Cidade do Porto, A Queridinha dos Turistas

Em 2022, a cidade do Porto foi eleita o “Melhor Destino de Cidade do Mundo” pelo World Travel Awards. Atualmente, é uma das mais procuradas de Portugal e consta também na lista dos locais preferidos pelos turistas em toda a Europa.

cidade do porto

Isso acontece porque Porto é repleta de atrações e contempla história, tradição, gastronomia e paisagens belíssimas proporcionadas pela geografia e pela arquitetura. A cidade, de pouco mais de 200 mil habitantes, recebe turistas do mundo todo em busca de roteiros elegantes, clima ameno e uma atmosfera vibrante. Sem contar que é de lá que vem um dos vinhos mais famosos do mundo.

O que não deixar de ver na Cidade do Porto?

A arquitetura e as paisagens encantadoras. Inevitavelmente, quem vai ao Porto fica fascinado pela beleza da cidade. São monumentos, igrejas, muralhas e fortes, pontes, construções medievais, livrarias, museus, cafés, jardins e praias. Portanto, passear pelo Porto é algo que não se pode deixar de fazer. 

Quando o assunto é arquitetura, os estilos diferentes dos prédios que compõem a paisagem urbana são de encher os olhos. Não à toa, o curso de arquitetura da Universidade do Porto é um dos mais concorridos do país. Na cidade, as construções antigas convivem harmoniosamente com a arquitetura contemporânea e, por isso, caminhar pelas ruas é imperdível. 

Mas não é só de construções humanas que vive a cidade do Porto. Nos meses mais quentes do ano, a cidade costuma receber muitos turistas para relaxar nas praias. Destaque para a Praia dos Carneiros, boa para banho; a Praia dos Ingleses, que tem cafés e bares de onde se pode apreciar um belíssimo pôr do sol; a Praia do Homem do Leme, perfeita para uma caminhada à beira-mar; e a Praia de Matosinhos, que tem uma faixa de areia extensa e muitas ondas.

A cultura e a gastronomia local nos mercados municipais. Visitar os mercados do Bolhão e Bom Sucesso vale a pena porque esses espaços são uma forma de conhecer a cultura, a gastronomia e o estilo de vida da cidade. O primeiro, recentemente reformado, é um dos mais antigos, tradicionais e famosos de Portugal. A arquitetura neoclássica do prédio, por si só, já é um atrativo e rende muitas fotos, mas a variedade de histórias e risadas que se pode ter ao entrar em contato com os comerciantes do Bolhão, conhecidos pelo entusiasmo peculiar, é uma experiência única. As bancas oferecem frutas, legumes, verduras, peixes, carnes, temperos e lanches.

Já o Bom Sucesso é um mercado mais sofisticado.  Além de vendedores de produtos frescos, há queijos e vinhos e restaurantes muito procurados na hora do almoço e no happy hour, horário em que costumam ocorrer apresentações de música ao vivo. O Bom Sucesso tem uma arquitetura mais moderna – são três andares com janelões de vidro – e a curiosidade fica por conta do emblemático Hotel da Música, totalmente integrado ao mercado.

Para os apreciadores, a Rota do Vinho do Porto em Douro

As uvas utilizadas na produção do vinho do Porto são plantadas no Vale do Douro, que fica a pouco mais de 100 km de distância da cidade do Porto e é tombada como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. A começar pelas belíssimas paisagens, os amantes de vinho têm muito a apreciar na região.

Peso da Régua é considerada a capital do vinho do Porto e é o destino perfeito para quem aprecia a bebida e quer conhecer a cultura vinícola. Ali, é possível visitar as quintas com direito a degustação, o Museu do Douro, que conta a história da região e do vinho, e o Solar do Vinho do Porto, onde se pode fazer compras, conhecer um bar intimista e um belíssimo jardim, além de assistir a apresentações culturais.

Pinhão é um vilarejo de pouco mais de 600 habitantes e está na área mais nobre da região, Cima Corgo. Os vinhedos, propriedades das principais marcas de vinho do Porto, e suas belíssimas paisagens são as atrações obrigatórias do destino. Na área urbana, os painéis de azulejo fazem da estação ferroviária de Pinhão a mais bela de todo o Vale do Douro.

Além dos vinhedos e das paisagens, que não ficam devendo nada em relação a Pinhão, São João da Pesqueira tem algo ainda mais impressionante: os miradouros (ou mirantes), que oferecem vistas deslumbrantes da região do Rio Douro. Os mais famosos são o de São Salvador do Mundo e o de Vargelas. Na cidade, há aldeias típicas e muito charmosas e o centro histórico, com belas ruas, palácios e igrejas.

Entre agosto e outubro, a colheita de uvas deixa a visita ao Vale do Douro ainda mais especial. O carro é a melhor opção  para conhecer o local, já que não há transporte público para as vinícolas mais afastadas. No entanto, para ter uma perspectiva única do Douro, os cruzeiros de barco partindo do Porto, com opções de um a oito dias, são imperdíveis. 

Quando visitar a Cidade do Porto?

A cidade do Porto não costuma conviver com climas extremos. Por isso, é possível aproveitar o destino em qualquer época do ano. No entanto, para quem pretende usufruir mais dos passeios ao ar livre, a dica é ir entre o fim da primavera e o começo do outono, ou seja, entre maio e meados de outubro. 

Em junho, acontecem a Festa dos Santos Populares e o NOS Primavera Sound, eventos importantes que atraem muitos turistas portugueses e de outros países europeus. 

Sugestão de harmonização 

O vinho Amo.te Douro, elaborado com as uvas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Roriz, produzido na região do Douro, é fresco, fácil e com fi nal de boca prolongado e perfeito para harmonizar com pratos portugueses que levam carnes.

Vinho Amo.te Douro, 750 ml, Tinto, Português

Crédito | Fotos Shutterstock / Divulgação