Cozido, assado ou como ingrediente de uma sopa ou farofa

Não importa como o pinhão é consumido. A certeza é que ele é um dos sabores marcantes do inverno, principalmente no Sul do Brasil.

O pinhão vem da pinha, que é a verdadeira fruta da araucária. Cada pinha produz, em média, cem pinhões, que são na verdade a semente da árvore. As araucárias são árvores nativas do Brasil, especialmente presentes nos estados do Paraná, Santa

Catarina e Rio Grande do Sul. A coleta do pinhão ocorre durante o outono e o inverno. Os frutos, quando maduros, caem naturalmente das árvores. 

No entanto, é importante ressaltar que a coleta do pinhão deve ser realizada de forma sustentável. Respeitando as normas e regulamentações locais para preservar as araucárias e seu ecossistema. 

Pinhão

Um ingrediente, muitas formas de consumo

O pinhão pode ser consumido de várias maneiras. Uma das formas mais comuns é cozinhá-lo em água fervente ou em fogo baixo até que fique macio. Os pinhões podem ser consumidos puros, com sal ou outros temperos, como azeite ou manteiga derretida.

Como possui um sabor suave e adocicado, além de uma textura macia, o pinhão é um ótimo complemento para diversas receitas. Ele pode ser usado ​​em sopas, molhos, saladas, risotos e até mesmo em sobremesas. Há quem faça brigadeiro e até estrogonofe doce com o pinhão. O mais complicado é descascar a semente em grande quantidade!

Em muitas regiões, especialmente nas festas juninas e julinas, é comum encontrar o pinhão cozido e servido como petisco. Acompanhado de outras iguarias típicas, como a carne-seca e queijo coalho.

Riqueza de nutrientes

Além do seu sabor delicioso e versatilidade culinária, o pinhão também é uma fonte de nutrientes. Ele é rico em carboidratos, fibras e proteínas, além de uma variedade de vitaminas e minerais, como vitamina E, vitamina K, potássio, ferro e magnésio.

Essa combinação de nutrientes faz do pinhão um alimento energético e nutritivo, que contribui para a saúde e o bem-estar geral.

Por isso, o consumo de pinhão deve ser moderado, pois em excesso pode levar ao ganho de peso devido ao seu alto teor calórico.

Crédito | Foto Shutterstock