Os produtos com fermentação lenta e natural são cada vez mais procurados por suas qualidades, entre elas mais aromas, maior durabilidade e melhor digestibilidade. Os mais comuns são pães, cervejas, vinhos, iogurtes, queijos e vinagres. E muitos desses você encontra na rede de supermercados Imperatriz. Clique aqui para ver os produtos.

A fermentação natural em pães é milenar, tendo seu registro mais antigo por volta de 3.700 a.C.. O processo acontece a partir de uma mistura de farinha e água, ocorrendo a fermentação por meio  das bactérias ácido-láticas, que se desenvolvem principalmente em substrato de cereais. 

O sabor, a textura e o volume ganham destaque, além do aumento da vida útil do produto e dos diversos benefícios nutricionais. 

Benefícios nutricionais 

Menos inchaço: O pão de fabricação artesanal e de longa fermentação gera menos inchaço abdominal em função da pré-digestão, que é feita pelos fermentos lácticos e probióticos e desenvolvida ao longo da fermentação natural.

Flora bacteriana mais saudável: A presença de uma variedade de micro-organismos melhora inclusive a flora bacteriana do nosso organismo, produzindo menos gases e até evitando intestino preso e outras disfunções intestinais.

Pode ser armazenado por mais tempo: O pão produzido por fermentação natural é longa e pode ser armazenado por mais tempo, pois o ácido acético que inibe o crescimento de bolor é produzido na fabricação de fermento.

Baixa o índice glicêmico: Esse índice é a capacidade que um alimento tem de aumentar a quantidade de açúcar no  sangue e, quando está baixo, ajuda o organismo a sentir menos fome e até a perder peso.

Rico em nutrientes: Há um aumento da biodisponibilidade de vitaminas e minerais. Isso faz com que esses pães tenham mais nutrientes do que os fabricados pelo método comum. Além disso, não há adição de conservantes no fermento, o que torna o alimento mais nutritivo.

Crédito | Foto Shutterstock