Já se deparou tentando escolher o vinho, mas sem saber a distinção entre as uvas?


A ideia deste guia é auxiliar você a encontrar o vinho certo para o seu paladar.
Aqui montamos um parâmetro do que você vai encontrar na maioria dos vinhos, mas saiba que o estilo varia muito, de acordo com a região e a característica do produtor. 

 

Vamos classificá-los em: Brancos Leves; Brancos Encorpados; Rosés; Tintos Leves; Tintos Médio Corpo e Tintos Encorpados

Considere para a classificação “leves” aqueles vinhos frescos e rápidos, que perduram por pouco tempo em paladar. Para “médio corpo” o estilo que tem esse frescor do vinho leve, porém com mais corpo e densidade no palato, boa fruta e macios. Já para os “encorpados” imagine a maior intensidade de aromas, paladar com maior tanino e acidez mais complexa, maior tempo de permanência (final longo).

Agora que você já tem o entendimento sobre como os vinhos são classificados, preste muita atenção nas uvas, assim na próxima escolha você estará letrado no assunto.

A diversidade de rótulos é desafiadora, mas cada vez que degusta um vinho novo, o seu horizonte de conhecimento se amplia, assim gradativamente você vai aprendendo e memorizando tipicidades distintas. Entre para a turma de enamorados do vinho!

 

Brancos Leves

Teríamos uma diversidade enorme de uvas para este estilo, porém vamos destacar apenas duas, as quais são as mais famosas dentre o mundo dos vinhos brancos:  Sauvignon Blanc e Chenin Blanc.

No infográfico abaixo você confere as principais características deste estilo de vinho.

Vinhos branco leves

Dessas duas uvas, vou deixar uma dica de compra aqui embaixo para você conferir e conhecer, caso ainda não as conheça:

Vinho Balduzzi Branco, Sauvignon Blanc, 750 ml

Vinho Bad Brothers Chenin Blanc, 750 ml

Brancos Encorpados

Neste estilo de vinho, encontramos uma uva de maior estrutura e que inclusive suporta envelhecimento em barricas de carvalho: Chardonnay.

Confira no infográfico o estilo dos vinhos desta casta.

 

E aqui fica uma dica de compra que você vai amar degustar:

 

Vinho 850 Estate Selection Branco Chardonnay, 750 ml, Mendoza, Argentina

Rosés

No mundo dos vinhos rosés poderíamos falar sobre regiões e técnicas de produção, pois há uma infinidade de oportunidades. Mas, como estamos falando apenas das uvas clássicas, tomem notas destas queridinhas dos vinhos rosés: Grenache, Syrah, Mourvèdre e Carignan.

E as principais notas que você vai encontrar estão no infográfico abaixo.

E a minha dica fica nestes rótulos aqui:

Vinho Masfleurey Cuvée Selectionnée, Rosé, 750 ml

Vinho Beaumatin Terres du Midi, Rosé, 750 ml

Tintos Leves

Pensando em vinho tinto e leveza lembre-se sempre da uva Pinot Noir! É na vinificação dessa uva que você encontra elegância, fruta, maciez e um toque de frescor que anima o coração.

Abaixo, as principais características desse vinho.

 

E segue uma superdica de vinho orgânico, do Vale de Casablanca – Chile:

Vinho Veramonte, Orgânico, Pinot Noir, 750 ml


Tintos Médio Corpo

Para este estilo de vinho encontramos uma gama muito variada de uvas, mas vamos focar apenas as mais conhecidas e produzidas, são elas: Merlot, Sangiovese e Primitivo 

Tente encontrar algumas características do esquema abaixo enquanto aprecia o vinho.

E aqui ficam as sugestões de rótulos também:

Vinho Santa Rita 120, Merlot, 750 ml

Vinho Zagalia Primitivo Puglia, 750 ml

Vinho Sorelli Chianti biologico, 750 ml


Tintos encorpados

Quando for apreciar um vinho que impacta no primeiro gole, você saberá que se trata de um vinho intenso e encorpado. Na maioria dos casos, eles são elaborados de uvas que têm acidez e taninos fortes e que combinam superbem com envelhecimento em carvalho, o que contribui para um resultado delicioso e explosivo no paladar.  São elas: Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Malbec.

No infográfico abaixo, as principais características:

 

E o rótulo que recomendo degustar é: 

Vinho Doña Dominga, Cabernet Sauvignon, 750 ml

 

 

*Texto de Raquel Secco, Sommèliere Chefe do Grupo Mundial Mix. 

Crédito | Fotos Shutterstock e divulgação