Itália, Sinônimo de Excelência

Um destino para comer, beber e apreciar sem moderação

Mais recentes

Itália: História, Música,  Arte, Moda, Gastronomia, Vinhos e Praias

A  Itália é um dos destinos mais famosos da Europa e do mundo e atrai milhões de visitantes  todos os anos. E não é à toa: o país é extenso e oferece atrações variadas, que agradam aos mais diferentes tipos de turista. Cidades históricas, montanhas, praias deslumbrantes, lagos, fortalezas, construções religiosas impressionantes, alta-costura e romantismo são alguns dos seus principais atrativos. Isso sem falar na gastronomia e na produção vinícola, mundialmente famosas.

Em Cada Região, Uma Tradição

A extensão da Itália representa uma particularidade: há uma variedade de atrações para apreciar. Certamente, a gastronomia é a primeira da lista, afinal, o povo italiano gosta de comer bem e, principalmente, de oferecer opções incríveis para quem visita o país. Apesar dos estereótipos, cada região do país tem sua própria identidade culinária, com tradições bem definidas.

Do carpaccio às massas, passando pelos risotos, pães, sobremesas e cafés, é impossível ficar indiferente às delícias da mesa italiana. Ao norte do país, destaque para queijos, carnes, risotos, trufas brancas e embutidos. Já na região central, a Itália é conhecida por suas sopas, carne de javali, bruschetta, carbonara e gellatto. O sul, onde há belas praias, é o berço das pizzas, dos salames, dos peixes, da muçarela de búfala e do licor limoncello.

A Itália tem, ainda, duas grandes ilhas que são muito importantes para a gastronomia: Sardenha e Sicília. A primeira, de água azul cristalina, tem na combinação de frutos do mar e peixes uma das maiores tradições culinárias. Mexilhões, camarões, lagostas, atum e caviar são ingredientes presentes em boa parte dos pratos locais. 

Já a Sicília é responsável por uma das cozinhas mais tradicionais e mais simples do país. Limão, tomate, açafrão, berinjela, abobrinha, carne de porco, de coelho e frutos do mar, principalmente polvo e lula, chegam à mesa sem muita frescura e compõem pratos muito saborosos. Sem dúvidas, uma das receitas mais famosas da Sicília é a caponata, e o limão-siciliano é a fruta mais conhecida.

Para Onde Ir – A Capital Mundial da Moda

Embora Milão seja conhecida como a capital mundial da moda e tenha lojas das marcas mais luxuosas. Como Armani, Chanel, Versace, Louis Vuitton, Prada, Valentino, Gucci e Cartier, a cidade vai além das compras. Galerias, museus, igrejas, castelos e outras construções impressionantes devem fazer parte do roteiro, além de parques e lagos nos arredores. A melhor época para ir à metrópole do norte da Itália é nos meses mais quentes, já que os invernos por lá costumam ser bastante rigorosos. Entre novembro e fevereiro, as baixas temperaturas restringem os passeios ao ar livre. Por isso, se quiser apreciar a paisagem milanesa, vá entre março e outubro.

Embarcações Apaixonantes

Assim como Milão, Veneza fica no norte da Itália. Mas os dois destinos oferecem atrações muito diferentes. A começar pelo meio de transporte: em Veneza, você pode andar a pé ou usar veículos aquáticos, já que a cidade não tem estradas, apenas canais. Até ônibus flutuam, mas, sem dúvidas, as gôndolas são seus principais símbolos. Românticos, os passeios nessas embarcações atraem casais apaixonados de todas as partes. Veneza é praticamente um museu a céu aberto, com praças, igrejas, pontes, museus e palácios impressionantes. Murano, Burano e Torcello são ilhas charmosas próximas à cidade e, por isso, podem ser visitadas em um único dia. Quem não gosta de muito frio, deve ir a Veneza nas estações intermediárias – primavera e outono.

Coliseu

Império, Religião e Modernidade

O Coliseu é, com certeza, um dos pontos turísticos mais famosos da Itália. Além dele, o Fórum Romano e o Panteão figuram entre as construções impressionantes que mais recebem turistas em busca da história do Império Romano. Quem vai a Roma tem ainda a oportunidade de conhecer o Vaticano, cidade-estado sede mundial do catolicismo. Com construções monumentais, os templos e os museus são incríveis. Destaque para a Praça de São Pedro e a Capela Sistina, localizada na residência oficial do Papa, o Palácio Apostólico. Para quem gosta de modernidade, Roma é uma cidade vibrante, que conta com lojas de marcas famosas e restaurantes contemporâneos. Maio, junho e julho são os meses com clima mais ameno.

Praias ao Estilo Brasileiro

No verão, as ilhas da Sicília e da Sardenha ficam lotadas de turistas. Inclusive, os dois destinos são conhecidos principalmente pelas praias e têm um jeito parecido com o brasileiro quanto à forma de aproveitar as belezas naturais. Mas, para além disso, as ilhas do mediterrâneo oferecem atrações diferentes. Em Palermo, na Sicília, há museus, igrejas, palácios e teatros antigos que contemplam construções incríveis. Já na Sardenha, a dica é o Museu Arqueológico Nacional de Cagliari, que remonta à história da ilha e é belíssimo. Se quiser fugir do excesso de turistas e principalmente dos preços de alta temporada. Evite os meses de julho e agosto, quando ocorrem as férias na Europa.

Para os Amantes de Vinho, Um Destino Perfeito

Nem pense em visitar a Itália e não beber vinho. De acordo com dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), a terra dos Césares é responsável pela produção de cerca de 50 milhões de hectolitros de vinho por ano, o que representa quase 19% de toda a produção mundial, deixando o país no topo da tabela dos maiores produtores. Além disso, os italianos encabeçam a lista dos principais consumidores da bebida.

De norte a sul, as vinícolas italianas são atrativos imperdíveis. Uma das principais características da produção é a variedade. Isso porque, devido à extensão territorial, o terroir italiano é bem diversificado. No norte, o clima é moderado, com verões curtos e invernos longos. Na região central, os invernos são mais suaves e ensolarados, enquanto no sul a chuva é a característica mais marcante nos meses mais frios do ano.

Considerando o tamanho, a variação climática, a produção e o alto consumo de vinho, não é de se estranhar que, entre os rótulos italianos, estão alguns dos mais emblemáticos do mundo. Barolo, Chianti, Cannonau, Vernaccia, Fianci, Amarone e o mundialmente famoso Prosecco são vinhos que se destacam pela qualidade e pelo sabor.

VINHO MEA CULPA IL RIMORSO, VINhO ROSSO ITÁLIA

Vinho Mea Culpa Il Rimorso, Vinho Rosso Itália

Crédito | Fotos Shutterstock

Recomendados para você