Dicas de Cervejas de Outono

Saiba quais vão muito bem com o clima ameno da meia-estação

Mais recentes

Mais cor e sabor às harmonizações e podem esquentar as noites mais frias

Cervejas de Outono. Preparamos uma vasta e requintada seleção de cervejas que combinam com a estação. Aproveite a leitura!

Produção, variedade e estilo

A variedade da bebida produzida por grandes indústrias ou por cervejarias artesanais é muito grande e marcada basicamente por diversos sabores, graduações alcoólicas, aromas e tipos de fermentação. Há estilos que têm coloração mais amarelada e são menos alcoólicos, outros são medianos em relação ao teor de álcool e ao amargor e existem também os que são fortes e mais escuros. 

E quais são as cervejas que combinam mais com o outono? Normalmente, a bebida apreciada nessa estação não é muito encorpada e nem muito leve, tem médio teor alcoólico para envolver a garganta e proporcionar um ligeiro aquecimento nas noites mais frescas. Pelas características que apresentam, portanto, alguns estilos de cerveja podem ser boas referências para se consumir na estação. 

O Brasil é responsável por 7% do consumo de cerveja do planeta e o terceiro país que mais ingere a bebida no mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos. De acordo com uma pesquisa realizada pela Credit Suisse e Statista e divulgada pela CupomValido. Dados revelam ainda que o brasileiro toma, em média, seis litros por mês.

90% água

A origem e as características da água usada durante o processo de fabricação interferem na qualidade final da cerveja. Isso porque, de acordo com especialistas, o pH, os sais minerais e a alcalinidade da água são fatores capazes de interferir diretamente na cor, no sabor e no aroma da bebida. A água ideal não pode ter metais pesados e, claro, deve ser potável, já que representa 90% da matéria-prima usada na produção da cerveja

cervejas de outono

Tons terrosos

As cervejas que mais combinam com o outono podem apresentar uma grande variedade de cores. Dependendo do estilo, dos ingredientes utilizados na produção e do grau de torrefação. Basicamente, o tipo de malte, as especiarias e frutas e o tempo de exposição ao calor é que influenciam na coloração da bebida.

Pensando nas cores que representam o outono, temos os tons terrosos. Em termos gerais, a classificação das cervejas de outono fica entre as cores âmbar e marrom. Que podem ganhar colorações próximas ao laranja e ao vermelho, a depender de suas características. Âmbar: há uma grande variedade de cervejas que têm essa cor, podendo variar do dourado ao cobre escuro.

Os estilos Pale Ale, Amber Ale e Red Ale são alguns exemplos de cervejas que têm coloração âmbar. Marrom: algumas cervejas, como as Brown Ale, as Porter e as Dark Lager, têm coloração marrom ou castanha e elas podem variar desde o mais claro até o mais escuro, quase chegando ao preto. 

Harmonização:

PALE ALE

É um dos mais antigos tipos de cerveja e um dos mais apreciados no outono. Com alta fermentação e bastante lúpulo, as Pale Ale têm uma coloração que varia do âmbar mais claro ao dourado mais escuro. A American Pale Ale (APA), por exemplo, é mais clara e menos amarga que a India Pale Ale (IPA). O estilo combina com comidas gordurosas, como churrasco, hambúrguer, frango assado, costelinha de porco e salada de abacate

BROWN ALE

A cerveja Brown Ale tem uma coloração que pode variar do âmbar escuro ao marrom, o que varia de acordo a versão (inglesa ou norte-americana). Rica em malte e lúpulo, em termos gerais, esse estilo tem aroma, sabor, amargor e teor alcoólico médios. Além de Inglaterra e Estados Unidos, as Brown Ale são muito apreciadas na Bélgica. Combinam com pizzas e massas que levam carne bovina e bacon e salmão grelhado ou defumado. 

PORTER

Porter é um estilo de cerveja que remonta ao início do século XVII na Inglaterra. A coloração dela é um marrom mais escuro, já que é produzida com malte torrado. Com teor alcoólico moderado, é uma boa pedida para as noites mais frias de outono. Pode ter aroma e sabor de caramelo, chocolate amargo, café ou toffee, dependendo do estilo. Harmoniza com carnes defumadas, queijos e sobremesas à base de chocolate.

 

Quem descobriu a cerveja?

A cerveja é uma das bebidas alcoólicas mais antigas do mundo. Pesquisas e registros históricos dão conta de que, possivelmente, ela foi descoberta acidentalmente por volta de 9.000 a.C.. Devido à fermentação de grãos estocados pelos sumérios. Embora não se saiba exatamente quem a descobriu, o fato é que, ao longo de muito tempo, a cerveja produzida exclusivamente por mulheres. 

Nem sempre estupidamente geladas

No Brasil, geralmente a cerveja é consumida bem gelada (entre -4 °C e 2 °C), o que provavelmente tem a ver com o clima tropical e as preferências da maioria dos brasileiros. Afinal, o sol, o calor e as nossas belas praias combinam com uma bebida leve e gelada. No entanto, no outono, quando os termômetros transitam entre o verão e o inverno, é possível apreciar a cerveja em temperaturas menos baixas.

Na realidade, alguns estilos de cerveja não combinam com o “estupidamente gelado” brasileiro. É o caso dos estilos Pale Ale, Porter, Brown Ale e Stout, que ficam melhores a temperaturas mais altas, que podem variar entre os 7 °C e os 14 °C, aproximadamente

Cerveja das bruxas

A cerveja de abóbora (Pumpkin Ale), um estilo de cerveja muito apreciada no outono norte-americano, tem uma história curiosa. Por volta de 1800, os colonos europeus descobriram que a abóbora era um ingrediente abundante nos Estados Unidos. Começaram a utilizá-la como fonte de açúcar na produção de cerveja, substituindo parte do malte, escasso na época. Atualmente, o estilo tem relação direta com o Dia das Bruxas, comemorado em outubro

Seis meses antes

As cervejas Märzen-Oktoberfest são tradicionalmente produzidas em Munique, na Alemanha. Para a mundialmente conhecida festa da cerveja, evento que acontece em outubro, durante o outono europeu. Märzen vem de março e o nome remete ao fato de que essas cervejas eram produzidas seis meses antes da festa, a fim de que estivessem prontas para o consumo durante a festa. A cerveja é uma das bebidas alcoólicas mais antigas do mundo. Pesquisas e registros históricos dão conta de que, possivelmente, ela foi descoberta acidentalmente por volta de 9.000 a.C., devido à fermentação de grãos estocados pelos sumérios. Embora não se saiba exatamente quem a descobriu, o fato é que, ao longo de muito tempo, a cerveja produzida exclusivamente por mulheres. 

Crédito | Fotos Shutterstock

Recomendados para você